n w    w w w w

baner
Voce esta aqui:   Home Tecnologia da Informação Gestão de TI A Inconveniência e o Custo do SPAM
large small default
A Inconveniência e o Custo do SPAM PDF Imprimir E-mail
Escrito por Edinilson Zanini   

Conhecido pela sigla Inglesa UCE (Unsolicited Commercial Email) - Mensagem Comercial Não Solicitada, foi também o nome dado a uma marca de presunto picante (SPicied hAM), em inglês, de onde surgiu a sigla SPAM. Enlatado da Hormel Foods, empresa norte-americana que vende o produto desde 1937, este termo atualmente é utilizado como sinônimo de inconveniência.

Quando pensamos em tecnologia de informação, lembramos de internet, sinônimo de rapidez, agilidade, facilidade, baixo custo para transmissão de informações, entre tantas outras finalidades.  Porém lembramos automaticamente dos famosos Spams, utilizados para envio de mensagens para grande número de pessoas de uma única vez, geralmente com cunho publicitário.

O que é considerado para muitos como uma ferramenta eficiente de divulgação de produtos e/ou serviços, para outros é considerado como uma das principais perturbações da internet e, invasão de privacidade, além de causar problemas de segurança nos sistemas. Mesmo com instalação de filtros para detectar Spams entre as mensagens recebidas em nossos computadores, precisamos observar que além dos problemas, causados temos o tempo e o dinheiro gasto pelo simples fato do recebimento e limpeza de Spam que pode resultar em prejuízos para internautas e empresas.

stas mensagens indesejadas, podem custar caro. Como exemplo podemos considerar  uma empresa com 100 funcionários, cujo salário médio é de aproximadamente R$ 0,20/minuto. Se cada funcionário receber uma média de 15 Spam/dia e levar em média 20 segundos para abrir, analisar e apagar cada Spam terá utilizado 5 minutos/dia para esta atividade, o que corresponde a R$ 1,00/dia, ou seja, R$ 22,00/mês, acumulando R$ 264,00/ano.  Valor este se multiplicado pelos 100 funcionários, teremos a importância de R$ 26.400.00/ano, somente com atividades de limpeza de Spam. Conforme lista dos países que mais geram spam, divulgada pela empresa de segurança Inglesa Sophos, o Brasil está entre os cinco países que mais geram spam (lixo eletrônico) no mundo.

Portanto, Pense nisso! Utilize a tecnologia a seu favor, evite o envio e repasse de Spams e  utilização de internet sem necessidades reais.