n w    w w w w

baner
Voce esta aqui:   Home Nossos Guias Exigência para o profissional do Século XXI
large small default
Exigência para o profissional do Século XXI
Apesar de tudo, ainda pensamos no mercado de trabalho tendo como referência a geração que nos antecedeu. Sonhamos com um emprego estável em uma empresa sólida, com clientes fiéis e com bons produtos. Contudo, não devemos nos iludir a esse respeito. Esse emprego dos nossos sonhos, se ainda existir, estará ocupado por um profissional muito bem  qualificado. Mas o mais provável é que tenha sido extinto.
Temos hoje:
•    Novos padrões de organização e gerenciamento;
•    Novos métodos de produção e produtos;
•    Novo estilo de trabalho;
•    Novas exigências profissionais para atender as mudanças no ambiente de trabalho.
As implicações desta realidade exigem um profissional:
•    Versátil – é capaz de atuar em várias áreas; pensa e “põe a mão na massa”;
•    Empreendedor – orienta seus esforços para a implementação de idéias; toma a iniciativa; é solucionador e não criador de problemas;
•    Trabalha em equipe – é capaz de potencializar o grupo através de suas ações; aceita as diferenças individuais e sabe gerenciar conflitos;
•    Inovador - Orientado para a inovação; postura positiva; mente aberta para novas idéias;
•    Auto-motivado - entusiasmado; trabalha pelos valores que acredita e metas pessoais;
•    Atualizado - um estudante permanente; seu conhecimento irá além de suas funções; será um “eterno aprendiz”;
•    Negociador - consegue resultados que atendem às duas partes com interesses opostos;
•    Corajoso - não tem medo de aceitar desafios; tem coragem para correr riscos;
•    Modificador - é um agente de mudanças; interage para mudar e está aberto às mudanças.
Não! Este não é o sonho de um profissional ideal. Antes, é o resultado de muito esforço individual, que já vem sendo desenvolvido por muitas pessoas. A discussão não deve ser quanto a possibilidade ou não de ter este perfil, mas sim quando começar a trabalhar por ele.
    Eu sugiro que comecemos ontem. Para quem se atrasou, hoje ainda é um bom dia.  Mãos a obra.