n w    w w w w

baner
Voce esta aqui:   Home Educação & Sociedade Ensino Superior As Implicações dos Avanços Tecnológicos em Educação
large small default
As Implicações dos Avanços Tecnológicos em Educação PDF Imprimir E-mail
Escrito por Dilermando Piva Jr   

Um sábio filósofo disse certa vez que, se uma empresa fizer sempre o que sempre fez, terá sempre o que sempre teve. Este resultado final que as empresas sempre tiveram, em virtude de diversas forças, como competitividade, globalização e avanços tecnológicos, tendem a diminuir cada vez mais, caso estas não reajam às mudanças impostas pelo ambiente no qual estão inseridas.


As oportunidades para as empresas efetuarem melhorias, no serviço de atendimento e na qualidade nunca foram mais propícias. Os computadores, a telecomunicação, os produtos eletrônicos e as tecnologias de automatização estão avançando mais depressa do que nossa capacidade para acompanhá-los, desafiando todas as  organizações a abandonar métodos operacionais antiquados, produtos obsoletos e serviços desatualizados em prol de iniciativas audaciosas que transformarão suas empresas e até mesmo indústrias inteiras.
Pensando nisso, as instituições de ensino estão, através de discussões, acordos, parcerias e projetos pioneiros, tentando reescrever a forma de educar. Uma das grandes tarefas dos orientadores pedagógicos está sendo traçar os caminhos ou tentar vislumbrar como será a educação dentro de cinco a dez anos (educação no sentido de melhor forma de transmitir o conhecimento nos diversos tipos de alunos e níveis existentes).
Dentre as muitas propostas a que mais se destaca é a do ensino a distância. Vale destacar que esta modalidade de ensino está prevista na nova Lei de Diretrizes e Bases no. 9.394 de 20 de dezembro de 1996.
Entendemos como ensino à distância a distribuição da instrução, qualquer que seja o nível, que não exista a exigência da presença física do aluno no mesmo local do instrutor. Historicamente educação à distância era entendida como um conjunto de cursos por correspondência. Hoje, áudio, vídeo e tecnologias computacionais, tais como Internet, são os meios de distribuição mais comuns.
E este tipo de educação não se restringe apenas ao relacionamento instituição de ensino-aluno, mas também, e principalmente, ao instituição de ensino-empresa.
As empresas investem uma grande parte de seu faturamento no treinamento de seus funcionários. Uma grande desvantagem dessa forma tradicional de treinar, além de seu custo bastante elevado, está centrada no deslocamento físico dos funcionários de seu local de trabalho para  salas de treinamento, sejam elas internas ou externas às empresas.
Com esta nova modalidade de transmissão do conhecimento estas desvantagens serão praticamente eliminadas, pois, o funcionário fará o curso no próprio local de trabalho (em sua própria mesa) e seu custo, consequentemente, será bastante reduzido. Além disso, o funcionário escolherá o melhor período e a melhor dosagem de informações a serem recebidas em cada aula. O ensino será mais dirigido, voltado para as reais necessidades e limitações de cada indivíduo. Estas mesmas vantagens se enquadram nos outros tipos de ensino, como por exemplo, curso de extensão universitária.
Estas idéias parecem bastante futuristas, entretanto, temos inúmeros exemplos reais (ou virtuais!) e já em funcionamento.
O futuro está bem a nossa frente. Temos apenas que quebrar nossos antigos paradigmas e mergulhar neste mundo do saber. E nosso trampolim é a Internet!